Três gerações se passaram, e A Mão Branca, a cada geração, renovou-se de acordo com a geriatria e gerontologia de sua época. Hoje, no limiar do novo século, depois de chegar à excelência no trato com o idoso, proporcionando a todos muito carinho, lazer e calor humano ... (leia mais)
 
 
Depoimentos
Aumentar    Diminuir
Natalina
Meu nome é Natalina, tenho 91 anos e dois filhos. Há mais ou menos 25 anos sou viúva. Em 1995 o filho com quem eu morava resolveu fazer uma viagem com a esposa, então me deixou por um mês na “A Mão Branca”. Eu me adaptei muito bem, participava de todas as atividades, adorava os passeios e principalmente de conviver com pessoas da mesma idade.

Quando meu filho chegou de viagem e veio me buscar, não queria mais voltar a morar com ele, dizia que estava muito bem aqui e gostaria de continuar morando na “A Mão Branca”.

Ele não aceitou minha decisão, pois dizia que eu tinha família e casa, logo não precisava ser institucionalizada. Então mesmo contra minha vontade me levou embora. Fiquei muito contrariada e resolvi fazer greve de fome em minha casa.

Assim meu filho entendeu que o melhor para mim era retornar a entidade, onde vivo feliz até hoje.


VOLTAR
  Criação FamilySites